sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Noise Machine & God Pussy



01 - Strain
02 - Shards Of My Hatred
03 - Feeling Of Guilty
04 - Defeat
05 - Sanidade
06 - Transtornos Mentais
07 - Anormalidade

Download

Superalma Project - Non​-​Genesis



01 - The Self-Disembowelment of God [Part l]
02 - The Self-Disembowelment of God [Part ll]
03 - The Self-Disembowelment of God [Part lll]
04 - The Self-Disembowelment of God [Part lV]
05 - The Self-Disembowelment of God [Part V]
06 - The Self-Disembowelment of God [Part Vl]
07 - The Self-Disembowelment of God [Part Vll]
08 - The Self-Disembowelment of God [Part Vlll]
09 - The Skies Above Declare the Death of God's Purpose for Mankind [Part l]
10 - The Skies Above Declare the Death of God's Purpose for Mankind [Part ll]
11 - The Skies Above Declare the Death of God's Purpose for Mankind [Part lll]
12 - The Skies Above Declare the Death of God's Purpose for Mankind [Part lV]
13 - The Skies Above Declare the Death of God's Purpose for Mankind [Part V]

Download

Suzana Bauten's - Pd Songs's



01 - Intro Song
02 - Pure Data Song
03 - Nico Zambrano Pure Data
04 - PD 1 06 ago 2017
05 - PD 3 06 ago 2017
06 - PD 2 06 ago 2017
07 - PD 4 Part 1
08 - PD115phasorb
09 - PD 4 Part 2
10 - PDPhasorb3
11 - PD 4 part 3

Download

Soft Issues - EP



01 - BDC
02 - Radiator Paint
03 - The Thrill of Seeing Your Friends Fail
04 - Degloving
05 - Hetchell

Download

Paulo Hartmann - Live @ Serralheria

Government Alpha - The Day Of The Light Crimson



01 - Excavator
02 - Torpedo
03 - Ebb Tide
04 - Water Leaks

Download

Morte Lenta / Energumeno



01 - D-Intro
02 - 3 Noisecore
03 - Eu Adoro Putrefaçao Humana
04 - 2 noisecore tracks
05 - Só Nâo Caguei Porque Nâo Tinha Merda Pronta
06 - Espinha De Peixe Studios Rules!
07 - Pré-Porrada
08 - Porrada
09 - Porrada De Novo
10 - Estou Sem Idéias
11 - Paquita Do Noisecore
12 - Sérgio Mallandro Do Noise
13 - Xpénosacox
14 - 31 Noisecore Tracks
15 - Warsore Tribute
16 - Aces High (Iron Maiden Cover)
17 - Russian Roulette (Rot Cover)
18 - 13 Noisecore Tracks
19 - Energumenos Alienados

Download

V/A O Tempo Entre Uma Ação E Outra



01 - O tempo entre uma ação e outra (55:46)

Download

Part 1
Vanessa de Michelis - 0'00" a 1’25”
Janete El Haouli - 1’04 a 7’46”
Thais Aragão - 7’35”a 9’56”
Alexandre Fenerich - 9’46” a 11’39”

Part 2
Lilian Nakao Nakahodo - 11’49” a 18’47”
Denise Garcia - 16’54” a 26’16”
Julio de Paula - 22’44” a 32’01”

Part 3
Renata Roman - 32’11” a 37’04”
Marcelo Armani - 37’03” a 45’26”
Marco Scarassatti - 45’21” a 51’08”
Thelmo Cristovam - 49’19” a 55’45”

Original tracks:
Vanessa de Michelis // Enxada -- 01'25''
Janete El Haouli  // Sapos -- 24'52''
Thaís Aragão // Kenton Station -- 04'26''
Alexandre Fenerich // O cego -- 01'53''
Lilian Nakahodo // Eu na ferrugem -- 06'27''
Denise Garcia // BrasilXHolanda (Copa 2010) -Vale do Anhangabaú
Júlio de Paula //  Desafio dos Diabos (Epifanias IV) -- 09'26''
Renata Roman //  Sinfonia Sapucaí -- 09'56''
Marcelo Armani // The Punch Of A Daily Life  - Chapter #01 The Next Stop -- 08'23''
Marco Scarassatti //  Deriva Estática -- 10'05''
Thelmo Cristovam // Duas estórias domésticas colapsadas -- 09'28''

Bramir​ /​ Natural Nihilismo - Dados Fictícios



01 - Números Mentem
02 - Estatísticas Enganam

Download

Pompeii Burning - Mitos de Origem



01 - A Noite É A Aldeia das Corujas
02 - Visitação
03 - O Oco da Sumaúma

Download

sábado, 14 de outubro de 2017

Entrevista - COJAA




Para iniciarmos, conte nós um pouco sobre seus projetos e suas vertentes, hoje em dia você possui apenas o Cojaa?

Bom, sempre me interessei por musica extrema, claro que como todo mundo ouço algumas coisas "mela cueca" mas meu foco sempre foi o barulho, quando comecei a produzir meus sons, criei um projeto chamado Booba, era mais como uma montagem de sons meio sem pretensões, em pouco tempo comecei a fazer meus sons com o COJAA ue acabou seguindo algumas linhas diferentes do noise, mas sempre com uma certa coerência, por um tempo curto tentei manter um outro projeto chamado Trend's Cannibals que tentava ser um "dance noise"! A um tempo atrás criei o InDehcoroso, um projeto de cyberGrind e hoje mantenho apenas ele e o COJAA!

Qual suas influências para manter sua linha de som? Você vêm de bandas pós-adolescência (Luigi is Dead), Como chegou até o barulho extremo?


Falei um pouco sobre isso quando lancei meu ultimo trabalho com o COJAA, no início comecei a fazer meus sons e era muito influenciado por projetos como o CaféNoise e Pinto Sujo, ouvia muito Barney e logo no começo ainda o God Pussy me influenciou muito, tanto em som, quanto em capas, divulgação e essas coisas, hoje em dia não consigo citar projetos ou bandas que INFLUENCIAM mesmo, mas tem o Subcut e o JAKA que me inspiram bastante tanto no COJAA quanto no InDehcoroso, se bem que como provavelmente para todos os noisemakers qualquer ruído me da uma luz para fazer uma track nova! Na minha via inteira tive duas bandas físicas, a primeira não tem registros, tinha apenas em VHS, mas foram perdidos, era uma banda de Punk/Grind, era apenas eu no vocal e meu primo na guitarra e anos luz depois a Luigi Is Dead, sendo que apenas na primeira fazia o que realmente gostava, já na LID fazia som pra tentar vender, mesmo que acabava sempre tocando em troca de bebida kkkk!

Quando rolou o primeiro contato com NOISE no geral, você embarcou de início ou entrou por curiosidade?

Curioso que desde o ano passado me sinto como no início, meu primeiro contato foi com alguns splits dos grupos que citei acima, tinha um computador movido a lenha, uma guitarra tonante velha e um microfone de computador, ouvi os sons e pensei “caralho, como se faz isso?” No mesmo dia pesquisei, baixei o que deu de programas pro computador e comecei na mesma noite (horas pra baixar o Audacity) já fui atrás de comunidades no Orkut, fui acolhido pelo Clubinho do Noise e END OF MY LIFE!

Notável que você é body modification, a sociedade doentia te olha atravessado? quando início seu gosto e participação para essa arte extrema corporal?

Me olham atravessado? hahaha, as pessoas nem imaginam como é, sou maltratado até por alguns médicos por ser modificado, a maioria das pessoas não me respeitam nem dentro de uma farmácia, são perguntas repetitivas e ofensivas, gritos e xingamentos em Shoppings lotados, ônibus e até interromper consultas para me criticar já interromperam! Comecei na BodyMod com 13 anos, fiz minhas primeiras perfurações em casa, apanhei pra caralho, claro kkk e logo depois já comecei a fazer um curso de piercer e trabalhar em um estúdio e estou nessa até hoje, mas apenas dando cursos de piercing básico e avançado! Quanto ao preconceito e todas as dificuldades, pouco me importam!


Existem projetos futuros? Quais ás idéias perturbadoras passando nessa cabecinha de vento??

Legal essa pergunta, tu adivinhou não foi miguxo? Kkkk! Como você sabe (Porque está junto nessa) estou na organização de uma coletânea, o “OrkutWay – Fuck Facebook” então estou ressuscitado o Booba, mas só pra coletânea mesmo e ontem resolvi criar outro projeto, coisa que não ando vendo muito por ai, um PornNoise chamado PORNOPHOBIA que vai misturar noise, cybergrind e “tunt’s tunt’s kkk, além desse projeto novo que vai sair estou trabalhando na idéia de um selo meu, principalmente dedicado a noisemakers ansiosos como eu!

Do nada acordou e iniciou-se o trabalho com selo virtual, O que levou a montar este selo?

Cara, eu tinha vontade de montar um selo ou um blog sobre musica extrema a muito tempo, a idéia de um selo foi se desenvolvendo, mas a princípio eu pensava mesmo em fazer algo para compartilhar bandas que quase não se acha para fazer download! A idéia de um selo mesmo acabou acontecendo por eu não concordar com a idéia de selo convencional que temos na cena, sei que sou meio ansioso, mas nunca entendi esse quase que "estrelismo" de ficar segurando álbuns como se fossem a Som Livre, era tudo muito demorado, tanto que muitos álbuns meus que foram lançados perderam a essência pela demora para lançar, então eu quis montar meu próprio selo e mostrar que podemos fazer algo legal e organizado de maneira mais ágil e dinâmica!

Qual tua ideia sobre artista noise ou músico noise, possui opinião sobre isso, passe SUA visão??

Minha opinião sobre isso talvez seja considerada meio "inocente" ou seja lá como pode ser rotulada, mas tenho uma idéia geral meio antiga sobre isso! Eu costumava dizer que preferia ir em festas de forró do que musica extrema, porque quando você vai a um show de forró vê todo mundo feliz, dando risada e dançando, realmente se divertindo e prestigiando o artista no palco, já em festas de musica extrema não, você se depara com um monte de gente com a cara fechada, de braços cruzados, ninguém dá valor ao artista, parece que ninguém nem queria mesmo estar lá e o noise é isso! Antes, os lançamentos tanto solo quanto split's e compilações eram frenéticos, todo mundo queria lançar com todo mundo, mais gente ouvia e comentava os trabalhos, tanto em questão de (não)musica como na arte! Um artista noise pra mim deveria ser alguém que primeiramente tem vontade de acabar com essa máfia musical que existe, que quer ir além, que mostra ou deveria mostrar interesse em fazer a cena evoluir já que o noise (Pelo menos pra mim) está presente em tudo a todo momento, não digo que é algo fácil de se fazer como muitos pensam, mas também não é uma sinfonia de Bethoven como muitos tratam hoje em dia, tem noise maker se achando o Deus da cena, empina o nariz e não ouve, não comenta, não ajuda em nada os outros e com isso a si mesmo também, contudo, o noise sempre foi uma cena morta, mas agora é uma cena pseudo chique sendo velada com toda a frescura do mundo!


Agradeço imensamente pelo interesse e por ceder uma entrevista para a página da Dissonance from hell! Deixe sua mensagem e agradecimentos.

Eu que agradeço mano, pela oportunidade e pela amizade de sempre apesar de que tu sabe que sou fake e você está entrevistando tipo um amigo imaginário! E agradeço também porque nesses, sei lá, 10 anos de barulho nunca havia sido entrevistado kkkkkk! Agradeço muito aos amigos do antigo Clubinho que me ajudaram e ajudam muito até hoje, ao Na Cara e Coragem Produções que sempre está lado a lado com meus projetos, ao Plataforma Records que também sempre me deu uma força incrível e a todos que me ajudaram a lançar meus materiais e que esqueço os nomes, todos que colaborei em coletâneas e splits! Minha mensagem é WEEDNOISELOVE4EVER FUCKTHEMUSICANDTHEWOLRD!

Noise Rítmico ou JunkiePlugs? NÃO SEI A DIFERENÇA, NÃO MANJO DE SIGLAS, ETC.
Analógico ou Digital? SABENDO USAR, QUALQUER UM
Materiais físicos ou Netlabel? APESAR DE EU NÃO TER MAIS NENHUM, FÍSICO
Sertanejo clássico ou Sertanejo universitário? DEPOIS DO NOISE ESSE PRECONCEITO COM ESTILO ACABA
Split ou Álbuns Solo? SPLIT
Policia ou Ladrão? LADRÃO

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Developer - Untitled



01 - untitled
02 - untitled
03 - untitled
04 - untitled

Download

Verjault - Killerself



01 - Intro
02 - Kill the Priest
03 - Killerself/Vomit your hate/000013ULTRA
04 - Interlude
05 - 04209
06 - Vein (Boris)
07 - Death for death itself
08 - Toe Sucking
09 - White Light- White Heat (VU)
10 - Rock n' Roll (the Gerogerigegege)/ Ultra Harsh/ etc...

Download

God Pussy - Ato Criminal, Ascensão ao Terrorismo



01 - Intro - Hábitos
02 - Ossos do Ofício
03 - Abutres Parlamentares
04 - Caminhos da Sepultura

Download

Malicious Wonderland - Wasteland



01 - One
02 - Two
03 - Three
04 - Four
05 - Five
06 - Six
07 - Seven
08 - Eight
09 - Nine
10 - Ten
11 - Eleven
12 - Twelve

Download

P​.​M​.​N​.​T - Estado Alterado



01 - Estado Alterado

Download

Bramir - Amuletos



01 - Amuletos I
02 - Amuletos II
03 - Amuletos III
04 - Amuletos IV

Download

Black Colibri - Psycho , Bizarre & Obscure



01 - Humanism Abism
02 - The Obsolet Acts
03 - Implicit Submission
04 - Mr Killer
05 - Bad Child
06 - 10 Million Euro Question
07 - Fred , The Park Maniac
08 - Agony and Isolation
09 - The Enemy
10 - The Fugitive

Download

terça-feira, 10 de outubro de 2017

sábado, 16 de setembro de 2017

S/T - Água, Vento, Árvore, Pássaro, Inseto



01 - Elementos I
02 - Elementos II
03 - Elementos III
04 - Elementos IV
05 - Elementos V

Download

Cisne Sônico - Post scriptum (ou Melancolia: Parte II)



01 - Prelúdio
02 - Post scriptum I: A melancolia que me mata é a mesma que me completa
03 - Post scriptum II: A melancolia e a reciprocidade
04 - Interlúdio
05 - Post scriptum III: A melancolia e como aprendi a amá-la
06 - Post scriptum IV: A melancolia e a ironia do adeus
07 - Epílogo

Download

Macronympha - Kill em All​!​




Crack Your Skull Head Open / Automatic Orifice
1-1 Vivisection
1-2 Revolting Cocks
1-3 Psycho Candy
1-4 Zen Warehouse
Penisvania / Crowded Cemetery
2-1 Smells Like Teen's Vagina
2-2 Cop Shoot Cop
2-3 London Calling
2-4 Arsenal
Whoreismology / Whoryfied
3-1 Losing My Religion
3-2 Rectal Golden Shower
Extensive Negligency Pt. 1 / Extensive Negligency Pt. 2
4-1 And Justice For Cock
4-2 Enjoy The Anal
4-3 50 Centimeters Inside
Moil / Rut
5-1 Retarded Vulva
5-2 Shiny Happy Assholes
Diminished Bipeds / Anthropomorphic Decreasement
6-1 Pissing / Shitting / Vomiting
6-2 Fist / Foot / Limbs
Somatic Peacefulness / Corporeal Anarchy
7-1 Lady In Uniform / Wet & Smelly / Pleasure To Kill
7-2 Personal Satan
Subterrestrial Report A / Subterrestrial Report B
8-1 I Love It Extremely Loud
8-2 Where The Dicks Have No Name
Massive Solidity / Insignificant Texture
9-1 Gutted
9-2 Vermins Inside
Piceous Epidermal Void / Nice - Tegument
10-1 Scatalogical Fascination
10-2 Never Leave My Cock Again

10 x C​-​60 Special package Box set

Digital Album

Devth Of The ⊙))) - Kvpsvm Vlcërë Ødërvm Cilëst



01 - Vrkvs I - Sardonic Veoksiis
02 - Vrkvs II - Vpep Eclipsis
03 - PROLOGVS

Download

AjaxFree | P.M.N.T.



01 - AjaxFree - Cheiro de morte
02 - AjaxFree - Ignoro sua atitude
03 - AjaxFree - O medo de pensar
04 - AjaxFree - Na festa com os inimigos
05 - AjaxFree - Enterrando a franqueza
06 - AjaxFree - O vazio da sua alma reflete a quantia na conta do seu banco
07 - AjaxFree - Memória curta
08 - AjaxFree - 10 atos violentos em 10 minutos
09 - P.M.N.T. - The Power
10 - P.M.N.T. - Fraude
11 - P.M.N.T. - Revolta
12 - P.M.N.T. - Sem Direito a Protesto
13 - P.M.N.T. - Equalidade
14 - P.M.N.T. - Fator Al-Qaeda
15 - P.M.N.T. - A Culpa é Sua
16 - P.M.N.T. - Que se Dane

Download

Tenkutlum - Ragwmu



I - Evotu Niksu anah Qutru Radwdu
II - Mahar Mahhû Vebû Evû
III - Nagbu Gallû Ma'dic Wlu Doru
IV - Riwqu Sebettu Camû Sebettu
V - Uskwru kakkubu Gimru Nadwnu Gichurru Nadwnu
VI - Gulgullu Apsû Calwmu Bftwnyu

Download

Slave Labor (Macronympha + Richard Ramirez + David Gilden)



01 - Slave Labor 'A Sicker Cow'
02 - Slave Labor 'A Dead Cow'
03 - Slave Labor 'Another Dead Cow'

Download


Ashcoloredskull - Welcome To The Дьявольщина



01 - Forever Gnid-A
02 - Let Me Rusting Now
03 - Welcome To The Дьявольщина
04 - Voulez Vous Coucher Avec Moi Ce Soir?
05 - Last Ellipse
06 - Pain Cut
07 - Microphotography
08 - 50 000 000 Victims
09 - Don't Blink

Download

André de Castro & Rauppwar - Seis Composições para um vidente



01 - Tirésias à beira da fonte
02 - A grande colheita do tempo
03 - Na verdade, é o Abismo que teme o olhar
04 - Três odus diferentes
05 - Traz a tua faca para o Amolador
06 - Quando a luz do poste se apaga poucos metros à frente

Download

Alexei Borisov / Katya Rekk - 24​-​23



01 - 01/16
02 - 11/15
03 - 01/16
04 - 11/15
05 - 01/16
06 - 11/15

Download

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Shallow Waters - The Sleepwalkers



01 - Mouth
02 - Let Me Work
03 - Human Animal
04 - The Sleepwalkers

Download/ Digital Album

Medula - Coletivo

  • além das performances ao vivo, as produções da medula
    tem sido publicadas na internet como discos virtuais.
    para os lançamentos tem sido realizadas parceria com
    selos que se dedicam a formas diversas de música
    experimental, incluindo eletrônica, improvisação livre,
    ruído e paisagem sonora. optamos por divulgar os
    trabalhos em forma de um fluxo de lançamentos, cada
    um como uma janela, um detalhe de um todo em
    construção contínua. os processos da medula
    são múltiplos, cheios de terminações que se conectam e
    realimentam, simultâneos.
    de outubro de 2016 a abril de 2017 foram quatro
    lançamentos no âmbito específico da produção sonora
    do coletivo. colocamos aqui algumas considerações a
    respeito de cada um, mostrando um panorama que
    aponta um pouco para cada direção para onde olhamos.
    A medula cria no campo das poéticas do sonoro.
    a imagem da medula remete a uma
    ligação entre o material e imaterial, do físico
    ao psíquico, o que está dentro ou por trás da
    forma externa. a produção do grupo consiste
    em trabalhos artísticos que discutem ou se
    utilizam de sobreposições e atravessamentos
    das fronteiras dos campos disciplinares. inclui
    trabalhos de música, arte sonora e artes
    visuais – de uma forma que, em muitos
    momentos, não se saiba dizer exatamente
    onde uma coisa começa e outra acaba.
    .
  • lusque-fusque
    lançado pelo selo italiano Electronicgirls
    em setembro de 2016 durante o festival
    Electro Camp em Veneza
    canções, vídeos, performances, gravações.
    no processo são utilizados
    materiais pré-compostos, improvisações e
    processamentos, combinando fontes sonoras
    acústicas e eletroacústicas (vozes, baixo e guitarra,
    sampler e sintetizadores, live electronics,
    indeterminação, ruídos) e imagens. no show, os
    vídeos aparecem projetados de diversas formas
    no espaço, sendo um elemento igualmente
    constitutivo da experiência. um território entre
    música popular experimental e vídeo performance.
    mar de tralhas
    lançado pelo selo brasileiro Al Sand Rec
    em março de 2017
    registro da performance realizada no Jazz No Hope
    em 14/10/2016. um punhado de traquitanas
    tecnológicas, alguns instrumentos acústicos, ideias
    semi-estruturadas e improvisação. ondas de sons e
    suas referências. muitas coisas no palco. quase mais
    tempo pra montar e desmontar
    do que pra tocar o show
    https://alsand-rec.bandcamp.com/album/asr16-mar-de-tralhas
    http://electronicgirlslabel.weebly.com/releases.html
    vídeos:
    https://www.youtube.com/playlist?list=PLqFPw81-xsnSPwB3_xfjDe64eAxmUMmw7
  • betamaxers – lançado pelo selo peruano Chip Musik
    em abril de 2017
    betamaxers tem como moldura simbólica uma possível crítica a algumas práticas
    musicológicas a partir da criação de um futuro fictício em que pesquisadorxs
    investigam a música de hoje. a premissa é que se hoje se constroem certezas a
    respeito da música do passado baseadas em dados imprecisos e parciais filtrados
    por um processo que não é nada neutro, então as certezas construídas no futuro
    sobre a música de hoje serão resultado de imprecisões acumuladas conduzindo a
    incongruências absurdas. uma dupla de Musikéllogs, pesquisadorxs do futuro, tem
    certeza que conseguiu compreender a música e a linguagem do brasil de hoje e
    publicou uma tese de doutorado, o que no futuro terá o
    tamanho de postagens de rede social, que consiste em
    uma gravação e um texto que supõem ser recriação
    historicamente informada sobre as pessoas e a música
    do começo do século XXI (uma espécie de novela de
    época). acreditam que neste período viviam os
    Betamaxers, pessoas que habitavam casas tupperware,
    se alimentavam de gengibre e ouviam música
    eletrônica algorítmica e barulhenta o tempo todo. para
    assinar o trabalho, adotam nomes típicos deste tempo
    que escolhem a partir da sua pesquisa:
    Edit Post & Save Draft.
    https://chipmusik.bandcamp.com/album/edit-post-save-draft-chmr-cd-030
    caos.
    impertinência.
    nomadismo disruptivo.
    uma única faixa de 30 minutos criada a partir de
    improvisações sobre sintetizadores e voz transformada,
    depois combinados, estruturados e remontados.
    apresenta três momentos que são algo distintos mas
    não detem o fluxo dos processos. na esteira da
    impermanência e das múltiplas vozes, não pretende
    descanso
    ou trégua.
    https://mansardarecords.wordpress.com/2017/04/20/msrcd075-isabel-nogueira-meteoro-phoenix/
    meteoro-phoenix lançado pelo selo brasileiro Mansarda Records
    em abril de 2017
  • participantes:
    andré brasil
    bê smidt
    carlos ferreira
    chico machado
    francisco eschiletti
    isabel nogueira
    luciano zanatta
    nikolas gomes
    ricardo de carli
    zazá
    contatos:
    facebook.com/medulasonora/
    medulasonora@gmail.com